Dobradinha Porto de Galinhas e Cabo Santo Agostinho

Se você acompanhou a nossa viagem de férias que rolou em fevereiro/21 viu que nosso último destino foi Maragogi.

Tivemos dias agradáveis no litoral Alagoano  e, seguindo nosso, roteiro chegamos a Porto de Galinhas, nossa primeira parada em Pernambucano.

 

Como chegar a Porto de Galinhas?

Há 58km da capital Pernambucana a chegada por Recife é a melhor opção, mas, em nosso caso chegamos por Maceio, já que começamos nosso roteiro pela Rota Ecológica dos Milagres (tem post sobre esse destino, não deixe de conferir)

Se sua opção for chegar por Recife, recomendamos alugar carro e  aproveitar melhor as belezas do litoral até chegar a Porto.
É possível passar o dia conhecendo as Praias de Calhetas e Gaibu, que ficam em Cabo de Santo Agostinho no caminho para Porto de Galinhas.

Praia de Gaibu

Praia de mar aberto, diferente da maioria das praias calmas do litoral Pernambucano. Com temperatura agradável, águas cristalinas e esverdeadas é um convite para um mergulho.

Numa parte da praia você encontrará piscinas naturais formadas pelos recifes, mas toda atenção é pouca, já que as ondas batem com violência, sem contar que, para andar sobre os recifes, é imprescindível estar com calçado apropriado, pois existem muitos ouriços nesse local. Vamos combinar que ninguém quer se machucar estando de férias né?

Nessa praia existem  muitas barracas , mas achamos desorganizada e superlotada. Partimos para Praia de Galhetas.

Praia de Calhetas

A praia é belíssima , mas foi invadida por bares e restaurantes,  e inexiste espaço na areia para você colocar sua cadeira/canga e relaxar a beira mar.

Se quiser passar um tempo nessa praia, principalmente no horário da maré alta, terá que escolher uma das barracas oferecidas pelos bares/restaurante ali instalados. Houve nessa região uma invasão desenfreada dos empreendimentos imobiliários😢

Confesso que fiquei bastante decepcionada, pois quando conheci essa praia na década de 90 era a mais bonita de todo o litoral. Deserta, com águas transparentes e quentinhas.

PORTO DE GALINHAS

Saindo da Praia de Calhetas em direção a Porto a dica é pegar a estrada nova do Porto Suape, apesar de ser pedagiada, é duplicada e adianta a viagem em mais de 30 minutos.

HOSPEDAGEM

Em Porto de Galinhas existem hospedagem para todos os bolsos. Resorts, Pousadas , Hostel e casas para alugar que podem ser reservados através do Booking.com , Hoteis.com e Airbnb

Quer desconto em suas próximas reservas de hospedagem num dos sites acima? Então não deixe de fazer sua reserva através do meu link que  consta na bio do instagram @viajaréminhavibe 

Se sua vibe for curtir as praias, o melhor lugar para ficar é praia do Cupê ou Muro Alto.

DICA: antes de se decidir onde ficar veja as avaliações no TripAdvisor , pois através desse site você terá uma ideia aproximada de qual é o melhor custo x beneficio.

Em nosso caso, como era uma ocasião muito especial, meu niver, escolhemos ficar Porto de Galinhas Resort & Spa, na Praia do Cupê. Excelente estrutura, vista belíssima e café da manhã maravilhoso.

PASSEIOS IMPERDÍVEIS

Buggy

Contratamos com antecedência passeio de buggy com @vanbuggyportodegalinhas para conhecer parte do litoral.

Pagamos R$ 300,00  pelo passeio de 4 horas.

Sei que na região tem inúmeros passeios desse tipo, mas o nosso teve um diferencial: o casal além de super simpáticos a Van é fotógrafa e fez fotos lindas durante todo o percurso.

Começamos pela Praia de Maracaipe, local muito frequentado por surfistas, já que o mar é aberto e tem muitas ondas. Não era o tipo de praia que estavamos procurando por aqui, então continuamos em direção a próxima parada. 

No caminho para Pontal do Maracaipe, onde fomos conhecer o projeto do Berço do Cavalo Marinho, paramos para uma foto com drone humano rsrs, um rapaz que fica em cima de um coqueiro fazendo fotos dos turistas. Vale a pena prestigiar o trabalho do morador que encontrou uma forma inusitada de fazer belos registros e faturar uns trocados.

Valor cobrado para cada foto é R$ 5,00 (ele usa o nosso celular para fazer os registros).

Pontal de Maracaípe

Aqui fizemos um passeio de jangada até o encontro do rio com o mar, com parada no berçário dos Cavalos Marinhos. Apaixonada por natureza com eu sou, foi uma experiência única poder apreciar de perto um bichinho tão pequeno, mas de tanta importância pro ecossistema da região.

Durou aproximadamente 1hr e custou R$ 20,00 por pessoa – excelente custo/benefício.


Seguimos passando pelas Praias de Muro Alto e Praia Cupé, mas nesse locais não rolou parada, apenas contemplação.

Em seguida, fomos para a Praia de Camboa, um local onde são formadas algumas piscinas naturais. Mesmo não havendo infraestrutura nesse local, reserve um tempo para ficar por aí,  principalmente no horário da maré baixa. As águas mornas e transparentes são um convite para relaxar.

Na parte alta dessa praia você terá a oportunidade de contemplar os 3km de corais, que é o maior recife natural da América Latina.

Praia de Carneiros

Em nosso segundo dia saimos bem cedo para a Praia de Carneiros. Essa praia fica exatamente entre Porto de Galinhas e Maragogi, mais ou menos à mesma distância – 50km.

No hotel nos ofereceram um passeio até essa praia. O city tour de um dia inteiro num veiculo com ar condicionado estava saindo por R$ 320,00 (trezentos e vinte reais) por pessoa.  Como estavámos de carro e queriamos desbravar outros lugares, resolvemos fazer o passeio por conta própria.

Chegando na praia de carneiros você terá duas formas de acessar a Igreja de Carneiros:

Pela praia – deixando o carro estacionado em um dos restaurantes  à beira mar;

No espaço da Igreja – nesse local há estacionamento, restaurantes, lounge e banheiros. Você paga R$ 20,00 por pessoa e eles fornecem uma pulseirinha para usar os serviços disponíveis. Paramos nesse local, que o foi a indicação do WASE.

Era um dia de 5a feira, no verão e periodo de férias. A praia estava muito cheia e fazer foto na Igrejinha mais famosa da região não rolou, pois a fila era grande e o momento não estava propício para aglomeração.

Dica: chegue cedo caso queira fazer foto nesse local.

Chegamos na hora da maré baixa e as piscinas estavam cheias. Havia por ali muitos barcos de passeios.

Resolvemos caminhar pela orla e depois de 2km encontramos um local perfeito para desfrutar desse paraiso. O restaurante Beijupirá, que fica na areia da praia,  nos ofereceu excelente gastronomia em uma ótima estrutura. Juntamos o útil ao agradável ficando numa mesa com belíssima vista pro mar.

Hora de começar a voltar,  mas após almoço rolou uma preguiça absurda. Para nossa sorte encontramos uma Carroça Taxi que nos levou direto ao Coqueiro mais visitado de Carneiros.

No caminho fizemos uma parada rápida e estratégica, de dentro da carroça, conseguimos  tirar uma fota em frente a Igrejinha de Carneiros. 

Chegamos  ao Coqueiro mais visitado da região. Com pouca gente por perto conseguimos um belo click.


 

SUNSET – qual melhor lugar para assistir?

O lugar mais procurado para ver por do sol é a Pontal de Maracaípe,  mas o entardecer em todo litoral é belíssimo. Para aproveitar a estrutura do hotel que estavámos hospedados na praia de cupê, resolvemos apreciar o por do sol por ali mesmo. 

 

O que fazer a noite em Porto de Galinhas?

Não tem muita coisa a se fazer a não ser olhar os artesanatos , conhecer a rua dos Guarda-Chuvas e comer.  Assim que chegamos passamos em outro restaurante da rede Beijupirá e fizemos a nossa reserva, porque nesse periodo de pandemia os restaurantes locais só atendem dessa forma.

Passamos duas horas olhando os artesanatos e podem acreditar, é impossivel sair de lá sem comprar pelo menos uma lembrança, principalmente as galinhas, cada uma mais linda que a outra.

 

Praia de Muro Alto – piscinas naturais 

Terceiro dia na cidade, saimos cedo para conhecer as piscinas naturais da Praia de Muro Alto, pois tínhamos que fazer check-out até as 13h e seguir viagem .

Iniciamos a nossa caminhada até a Praia de Muro Alto à partir do nosso hotel,  na Praia do Cupê. Depois de andarmos mais de 4km, pela areia,  vimos que essa não era uma boa alternativa, pois ainda faltava muito para chegar  e o sol estava muito quente.

Resolvemos parar numa barraca para beber uma água de coco e reavaliar a nossa estratégia.

Bar da Praia Pontal do Cupê

Um restaurante e um bar com pé na areia. Oferecem espreguiçadeiras e guarda-sol, desde que haja consumo. Os preços são “salgados” e o atendimento deixa a desejar quando o local está muito cheio, mas como estavámos só de passagem, bebemos nossa agua de coco e voltamos ao Hotel.

Concluimos que 2 dias e meio em Porto de Galinhas foi pouco tempo, então se pretende visitar essa cidade reserve pelo menos 4 dias inteiros.

Nossa próxima parada é Recife e Olinda, mas essa história contaremos para vocês num próximo post.

Nos ajudem a melhorar o nosso conteúdo deixando suas sugestões.

Beijos e até o próximo destino.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2) Onde ficar?

Vai depender do seu orçamento e o que pretende fazer na região.

Se sua vibe for curtir as praias, melhor lugar pra ficar é na Praia do Cupé ou Muro Alto, pois nessa região tem uma infinidade de hospedagens.

Dica: veja no @tripadvisor as avaliações antes de se decidir, pois nesse app você verá melhor opção custo x beneficio.

  1. Melhor época para ir?

Nordeste é uma região abençoada com sol o ano inteiro, mas se puder programar para Março/Abril ou Setembro/Novembro melhor. Não é muito cheio e consegue excelente tarifas para hospedagem e atrações.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *