Fim de Semana em São Joaquim e Urubici

Até bem pouco tempo não sabia da existência de vinícolas na serra catarinense. Como amantes de vinho, resolvemos aproveitar feriado prolongado em nossa cidade para conhecer as vinícolas de São Joaquim e Urubici.

📍Começamos nosso tour pela Villa Francioni – criada por um empresário do ramo ceramista com objetivo de ter algo para fazer em sua velhice. Apaixonado por vinho e por artes, criou neste local algo que pudesse juntar as duas paixões, pena que faleceu 3 meses antes de toda obra ficar pronta. Hoje a vinicola produz 6 tipos diferentes de vinho, sendo um dos mais famoso o Rose da garrafa quadrada que tornou-se mundialmente conhecido depois que a Madona, em sua passagem pelo Brasil provou e comprou todas as garrafas existentes na adega do Hotel Fasano, Ipanema – Rio de Janeiro.

O tour demora mais ou menos 40 minutos e termina com a degustação de 5 diferentes rótulos, entre eles o Joaquim – vinho tinto encorpado

📍Leone Di Venezia – nesta vinicola não existe um tour para conhecer a produção e a história do local, apenas degustação. Existem vários combos disponíveis, optamos por um combo com 2 vinhos brancos e 2 tintos. Gostamos muito de um dos brancos – Garganega – bem leve e ótimo para harmonizar com carnes brancas. Trouxemos algumas garrafas. A esta altura, depois de tanta degustação já estávamos ficando tontos, mas ainda tínhamos uma última visita e a mais esperada por nós.

📍Monte Agudo – Uma amiga viajante @aleveit do blog My Point of View esteve nesta região e nos recomendou este vinhedo.

Compramos os ingressos, pelo site https://www.monteagudo.com.br/para sunset prata, onde pudemos degustar 6 tipos de vinhos e apreciar o belíssimo o por do sol. Aqui não é uma vinicola e sim vinhedo, pois a produção dos seus vinhos é feita em parceria com vinícolas vizinhas. Momento inesquecível junto de pessoas mais que especiais. Descontração e degustação dos vinhos e frios que harmonizaram sobre maneira com os rótulos servidos, sem dúvida uma nova experiência enogastronômica.

Sugerimos que a visita a esta região ocorra no mês de março, pois nesta época do ano as parreiras estão belíssimas e as vinícolas promovem eventos tais como: piquenique, almoço e jantar harmonizados por entre as videiras. Vimos fotos e achamos muito interessante.

Para fechar o dia nada melhor que um bom vinho a beira de uma lareira na pousada mega romântica e aconchegante

https://www.pousadacantoseencantos.com/

Nosso segundo dia foi pura emoção e adrenalina.

Urubici é conhecida pela gama de esportes radicais que oferecem aos turistas. Nossa primeira parada foi na Parque Cascata do Avencal. Paga-se para entrar, 10reais por pessoa.

Neste local além de apreciar a cachoeira sobre um mirante de vidro, é possível, para os mais aventureiros; deslisar sobre a mesma numa tirolesa . Adepta aos esportes radicais não poderia deixar de apreciar esta maravilha bem de cima.

[wpvideo ZihBiX7A ]

Além disso você também tem a possibilidade de fazer uma trilha de uns 700 metros e, sob outra ótica , olhar essa cascata linda. Como estava muito frio e chovendo, não fizemos a trilha, mas já temos motivos para voltar.

Passeios de quadriciclos, trilhas, raftings e escaladas são opções que você vai encontrar nesta cidade.

Hora de comer e recarregar a bateria para continuar as aventuras.

A cidade é pequena e não tem muitos restaurantes, mas encontramos um local muito bem avaliado pelo https://www.tripadvisor.com.br/ e fomos lá conferir. Se quiser saber nossa avaliação sob o local, da uma olhadinha lá no site.

Depois desse almoço 🔝 a vontade era voltar pra pousada e dormir, só que não, “partir buscar novas aventuras”.

Um dos pontos mais altos da cidade é o Morro Campestre onde fica a pedra furada. Propriedade particular onde você paga 10 reais por pessoa para entrar. Não tem acessibilidade, e quem não estiver em boa forma vai se cansar bastante , mas creiam vale muito a pena ir neste local.

As atrações fecham as 17h no inverno porque escurece muito cedo, mas mesmo assim partimos para outro parque – Snow Valley, pois neste local há uma tirolesa que passa sobre duas cachoeiras, arvorismo e outras atrações. Infelizmente não rolou, já estava fechado😔.

Voltamos mais cedo para pousada, pois queríamos ver o Lago existente em sua propriedade, que congela quando a temperatura cai muito, e aqui cai mesmo, chega a 9 negativo.

Com certeza um fim de semana por aqui foi pouco, mas em março estamos de volta.

Espero que tenham gostado. Deixe seu like ou comentário.

Até o próximo destino.

One thought on “Fim de Semana em São Joaquim e Urubici”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *