Férias na Europa – Amsterdã

Programamos nossa viagem de 15 dias , com 6 meses de antecedência, pois assim é possível comprar passagens aereas com preços mais competitivos.

As reservas de hotel foram feitas pelo www.hoteis.com.br

1o dia

Iniciamos nossa viagem por a Amsterdã, mal chegamos e já estamos apaixonados por esta cidade.

A 1a impressão, quando chegamos em outro Pais é a que fica. Ficamos surpresos com a agilidade dos profissionais da imigração do Schiphol Amsterdã Airpoirt , em menos de 5 minutos já estávamos no saguão comprando tickets para o trem até Central Station.

Dica: De todas as opções de transporte (uber, ônibus, transfer e trem, esta foi a de menor custo). Muito simples para comprar. No saguão do aeroporto tem umas máquinas amarelas , que só vendem com cartao de crédito. Compramos one way e custou 4,50 Euros por pessoa. Se quiser pagar em cash tem que ir ao Serviço de atendimento a clientes.

Da Central Station até nosso hotel fomos a pé, uns 25 minutos de caminhada. Só foi possível fazer isso porque estávamos com mala de mão.

Almoço – Restaurant Argentino Luna – recomendo. Excelente atendimento, carnes deliciosas e preço razoável.

Passeamos pelo centro histórico, apreciando as construções e os belíssimos canais. Cidade é repleta de ciclovias, então melhor ficar atento para não ser atropelado por uma bike rsrs (transporte muito comum por aqui).

Existem diversas linhas de bonde elétrico cruzando a cidade. O ticket é comprado dentro do bonde, com o motorista e custa 8euros para usar durante 24h. Aliás o transporte publico aqui é um dos pontos fortes.

2o dia:

Dia intenso das 9h as 21h, cansados e felizes.

Hoje estava bem mais frio que ontem e além da chuva, a partir das 13h começou a nevar.

São muitos museus espalhados pela cidade, mas numa visita de três dias tínhamos que priorizar. Escolhemos o Rijks e Van Gogh.

Para quem gosta, excelente escolha. Mesmo na alta temporada estava bem tranquilo comprar os ingressos na hora, mas comprando com antecedência fica mais barato.

Apesar da cidade estar bem cheia, as visitas estavam tranquilas.

Atrás de nós ,além da vista do museu, veja que há um lago congelado, que nesta época do ano se transforma em pista de patinação.

Local pouco frequentado por turistas, mas que vale a pena conhecer é o Parque Vondelpark. Perfeito para caminhar sem compromisso, apreciar os lagos e vegetação exuberante. Numa outra época do ano fazer picnic aqui deve ser tudo de bom.

Próxima parada: conhecer o bairro que é considerado o mais bonito da cidade: Jordann. A fama faz jus ao título. Casas, lojas, restaurantes e acesso aos canais em vários pontos.

Almoçamos por lá e logo depois fomos visitar Anne Frank House.

Dica: agende a visita com antecedência. Só é permitida entrada no horário que consta do ingresso. Compramos pelo smartphone, um dia antes e fizemos o download sem problemas.

Terminamos nosso dia num bar aconchegante e bem descolado: Gollem’s Ploeflokaal. Carta de cerveja com muitos rótulos e preços que cabem no bolso.

3o dia

Muitas coisas a fazer neste último dia por aqui.

Logo cedo fomos caminhando até o Mercado Flutuante das Flores. Amo flores e me perdi nestas lojinhas. Se pudesse tinha trazido mudinhas de várias tulipas pra colocar no meu jardim, mas me contentei em apreciar e fotografar.

Partimos para praça DAM onde estão localizados alguns pontos históricos e turísticos, dentre eles Palácio Real de Amsterdã e Museum cera Madame Tussaud.

A tarde fomos ao local mais esperado pelo meu marido -Heineken Experience. Visita de 1:30h onde é possível conhecer toda a historia desta cerveja que consegue ter o mesmo sabor em qualquer lugar do mundo. Visita Interativa, divertida e com direito a degustação (mais só duas tulipas).

Compramos o ingresso da Heineken junto com outras duas atrações: passeio de barco e visita ao Mirante A’Dam Lookout. Do alto da Torre é possível ter uma visão privilegiada de toda a cidade.

O passeio de barco é imperdível. Não da para vir a esta cidade e não não fazê-lo. Existem passeios noturnos com jantar incluído e os preços variam de 80 a 100 Euros por pessoa.

Terminamos nossos dias aqui nesta cidade visitando a famosa rua Red Light. Tipo de programação que vale a pena ir pelo menos uma vez, só para matar curiosidade.

6 thoughts on “Férias na Europa – Amsterdã

  1. Muito bom!!! Me fez relembrar de quando estive lá, além de mencionar alguns pontos interessantes que não conheci à época.

  2. I’m no longer certain where you are getting your information, but
    good topic. I needs to spend a while finding out more
    or working out more. Thanks for excellent information I was looking
    for this
    info for my mission.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *