Feriadão no Rio de Janeiro – maio 2018

Mesmo morando no estado do Rio de Janeiro; em Macaé ; não conhecia muitos dos pontos turísticos legais da Cidade Maravilhosa (apesar de todos os problemas que a cidade enfrenta em relação à segurança, faz jus a este título).

Como era feriado de Corpus Christi achamos que a cidade estaria bem tranquila, mas esquecemos que estava rolando a maratona do Rio.

Na 5a de feriado optamos por ficar num hotel no centro, pois toda nossa programação seria por ali e na 6a meu marido tinha que trabalhar nas imediações.

Depois do check in no hotel Atlantico Business Centro – www.atlanticobusiness.com.br fomos andando até ponto de embarque do Bondinho para Santa Teresa.

Ingresso pro bondinho (ida e volta) R$ 25,00 por pessoa. É possível comprar pelo site www.bondinho.com.br

Fomos os primeiros a chegar , muito bom, pois tiramos varias fotos e escolhemos onde sentar.

Maior parte dos turistas eram estrangeiros.

A subida é bem tranquila e passar sobre os Arcos da Lapa foi emoção a parte.

Optamos por ir até o ponto final e descer caminhando pelas ruelas pra conhecer melhor o bairro. O clima estava perfeito, sem chuva e sol ameno.

De barriga vazia só conseguíamos ver restaurantes , rsrs. Paramos em um bem charmoso – Nega Tereza, e o menu do almoço era um prato tipicamente carioca : feijoada e caipirinha. Excelente atendimento e preço justo.

Vimos muitos restaurantes/ bar lotados, mas sempre que possível buscamos lugares mais aconchegantes e tranquilos para fazermos as nossas refeições.

Passeando pelas ruas encontramos varias lojinhas de artesanatos e brechós, mas os preços são para turistas estrangeiros.

Santa Teresa tem uma localização privilegiada, do alto de uma serra avista-se a baia de Guanabara, corcovado, praia de Botafogo e ponte Rio x Niterói.

Um dos pontos turísticos mais visitados é o Parque das Ruínas e sem duvida é um local imperdível. Atração gratuita, vista maravilhosa e uma cafeteria local para relaxar e bebericar.

Tem vasta programação cultural , com exposição de artes e atividades para crianças.

O Centro Cultural Parque das Ruínas foi a casa de Laurinda Santos Lobo, grande mecenas carioca, onde reunia, no interior do Casarão de 1907, intelectuais e artistas.

A caminhada estava tão agradável que resolvemos descer até a Lapa pelas Escadaria do Selarón.

Toda decorada com azulejos de diversas formas e cores onde artista plástico Jorge Selarón conseguiu trazer beleza peculiar ao local. Vale a pena conferir.

Atualmente um dos pontos turísticos mais visitados do Rio.

A noite estava por vir e Rio Scenarium é uma ótima opção para quem gosta de música ao vivo. Com uma vasta programação o casa esta sempre lotada. Samba, música popular brasileira, sertanejo e, em um ambiente à parte, DJ animando a noite com varios estilos musicais.

Para nao correr o risco de não encontrar mesa, melhor fazer reserva antecipada www.rioscenarium.art.br

O ingresso varia de acordo com o show que vai rolar e o dia da semana.

[wpvideo 3GL1hMyY ]

O que fazer numa 6a, pós feriado no centro do Rio? Para matar saudade fui a Cafeteria Colombo , local onde sempre ia quando estava a trabalho nesta cidade.

Em qualquer horário tem fila, sendo que no início da manhã e no final da tarde são um pouco maiores, mas vale a espera. Além da arquitetura singular os cafés e doces são deliciosos.

www.confeitariacolombo.com.br

Se nao quiser ficar tentado a comprar um monte de “bugingangas ” nao passe perto do Saara. O que você quiser comprar e o que não quiser também, tem.

Eu dei uma passadinha e sai de la carregada de coisas.

Fomos para um Hotel Othon em Copacabana – www.othon.com.br/Othon/Palace

As diárias são um pouco salgadas, mas se reservar com bastante antecedência é possível conseguir preço razoável. Foi o que fizemos.

Localização e atendimento excelentes, quase todos os quartos com vista para o mar, bom café da manhã.

Para variar o cardápio musical fomos conhecer o bar Bukowski , a casa de rock mais antiga do Rio, localizada num velho casarão em Botafogo. Para quem gosta de agito, rock e pista de dança este é o point.

Chegamos cedo e pegamos uma pequena fila, mas isso nao é comum. Normalmente as filas são extensas e, sem “nome na lista” é difícil conseguir lugar para sentar.

As listas podem ser criadas por qualquer pessoa que queira reservar espaço para o grupo de amigos.

Gostamos muito do ambiente, bem descontraído, bons drinks e aperitivos.

Neste local a maior parte do público é jovem. A partir das 22h rola um Karaokê, hilário.

Sábado de sol, em Copacabana perto do mar , programa não podia ser outro. Partiu praia.

Em frente ao Hotel estava bem cheio, pois eles oferecem serviço de praia (cadeira e guarda sol). Conseguimos um lugarzinho à beira mar.

Almoçamos no Madero, restaurante que conhecemos em Camboriú-SC e que recentemente abriu filiais no Rio. Não somos fãs de hambúrgueres, mas para público aficionado esta é uma ótima opção. Considerado o melhor hambúrguer do mundo.

À noite fomos ao teatro Maison de France assistir a peça “Champanhe e Confusão”.

Ingressos com desconto podem ser adquiridos através do www.peixeurbano.com.br

Para fechar a noite jantamos na creperia Francesa Le Blé Noir, próximo ao Hotel. Local muito frequentado pelos cariocas, e artistas. O Crepe nesse lugar é diferente de todos os que já comemos. Maravilhoso!!

O Cardápio é diversificado, com opção para todos os gostos e bolsos.

Andar de bike pelas ciclovias da orla do Rio, saindo do Leme até o Leblon é um dos meus programas preferidos, ainda mais agora, que o Itau renovou toda sua frota de bikes.

Para alugar é bem simples e o valor é bem acessível. Baixe o aplicativo Bike Rio, escolha uma das estações e bom pedal.

Saímos cedo para aplaudir os atletas que estavam participando da Maratona do Rio. Uma multidão espalhada por toda orla incentivavam com palmas e gritos.

Impressionante a quantidade de pessoas adeptas a este esporte. A maratona teve inicio no recreio dos bandeirantes às 6:30h largada das mulheres e 7:00h largada dos homens. Por volta das 8:30h os primeiros colocados estavam passando em Copacabana, mesmo ja tendo percorrido aproximadamente 30km , ficamos boquiaberto com a condição física destes atletas, pois pareciam ter iniciado a corrida a poucos metros . Observe a passada de um dos corredores na foto abaixo, parece estar voando.

Ainda há muito para conhecermos no Rio, esperamos retornar em breve.

4 thoughts on “Feriadão no Rio de Janeiro – maio 2018

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *