Fim de Semana em Santiago

Meu marido nao conhecia Santiago e sempre falava que gostaria de ir.

Fugindo do feriado, ja que nestas datas alem de tudo ser mais caro a cidade fica mais cheia, fomos num fim de semana normal.

Na 6a no final do dia pegamos voo direto RioxSantiago pela www.latam.com

Decidimos no avião que alugar um carro seria uma forma de conhecer mais lugares em tão pouco tempo.

Alugamos o carro com www.avis.com.br

Atendimento excelente e rápido, mesmo depois das 23h. Dica: na devolução abastecer o carro na cidade porque nao existem postos de gasolina perto do aeroporto.

Fizemos pacote com a www.decolar.com.br com passagem aérea e hotel. Escolhemos ficar no flat próximo ao bairro Lastarria, onde a noite tem o burburinho da cidade (muitos bares, restaurantes, exposição de arte e musica em vários pontos do bairro)

Ficamos no Santiago Apartaments Suites, preço bom, mas as instalações deixam a desejar. Como passamos todo o tempo passeando, compensou custo x beneficio.

No sábado tomamos cafe numa Paneria pertinho do hotel e saímos a pe para conhecer a região histórica.

Começamos o passeio pelo Cerro Santa Lucia. O local é lindo e tem uma vista deslumbrante. Na parte mais alta – Torre El Mirador é possivel ver grande parte da cidade e as cordilheiras.

Seguimos para praça das armas, museu de belas artes, rua do comércio (rua fechada com varias lojas e camelos) , teatro de Santiago e por último mercado central, pois programamos nosso almoço neste local. Dica: Quem gosta de pedalar pode fazer todo este trajeto de bike, assim como no Rio de Janeiro, existem varias estações de bike do Itau espalhadas pela cidade.

Chegamos ao mercado Central e ficamos em duvida onde almoçar., pois são vários restaurantes servindo basicamente o mesmo tipo de cardápio.

Acabamos almoçando em um que o proprietário era um brasileiro muito simpático e que nos cativou. De um forma geral , o prato mais pedido é um tipo de Caranguejo Gigante – Centolla, que só tem nas aguas geladas do Alasca e Chile. O sabor é uma mistura de lagosta e camarão. Tem todo um ritual na hora de servir o prato (veja o video). [wpvideo h2BGakOz ]

Depois de um garrafa de vinho e tanta comida deu uma preguiça enorme, mas com pouco tempo e tanto ha se fazer, partimos para visita a Vinicola (o ideal é agendar a visita antes pelo site).

Santiago tem mais de 400 vinícolas. Escolhemos uma das mais antigas e bonita, localizada na região do Maipo. A Undurraga, fundada por Don Francisco Undurraga em 1885. Em 2006 foi vendida para Chilenos e Colombianos .

A produção anual varia de 15 a 17 milhões de litros por ano.

Castas primorosas para vinhos e espumantes reconhecidos mundialmente, mas pouco comercializados no Brasil.

Optamos pelo tour Sibaris, ja que o Founders , servia alem da degustação de vinhos, tábua de queijos ao final da visita . Nossa proposta era só apreciar os vinhos.

Degustamos 4 rótulos, sendo um Premium e ainda trouxemos de lembrança a taça de Cristal personalizada.

Amantes ou não de vinhos, acho que este passeio é imperdível. Vale. pena incluir em seu roteiro.

Retornamos para Santiago antes do por do Sol, porque queríamos ir ao 4o maior parque urbano do Mundo – Parque Metropolitano. O Cerro San Cristoball é um atrativo a parte neste parque. Você pode chegar ao topo: a pe, de teleférico e para os mais animados de bike. As filas para o teleférico costumam ser grandes no fim de semana, então a dica é subir de Funicular e descer de teleférico.

Fechamos nosso dia num barzinho charmoso e boêmio bairro Lastarria.

No Mamboleta bar degustamos uma bebida parecida com a gelata, que é servida em alguns bares no Brasil. Cerveja Michelada. Mistura que contem , alem da cerveja, pimenta, limão e sal. Nós gostamos muito, mas para quem aprecia cerveja nao sei se vai se agradar do paladar.

O domingo começou ensolarado, mas com temperatura de 7graus. Partimos para ValParaíso cidadezinha próxima a Santiago , ha um pouco mais de 100km.

Saímos cedo para aproveitarmos ao maximo a visita.

As paisagens na estrada são um capítulo a parte para os apreciadores da natureza. Vista tão deslumbrante que é preciso muita atenção do motorista para nao perder controle do carro.

Na cidade pudemos observar um grande contraste sócio-econômico. Logo na chegada deparamos com um grande brechó a céu aberto. Vende-se de tudo. Todas as mercadorias são expostas sobre tapetes nas calçadas. Ja do outro lado da cidade, em Cerro Concepcion, uma das inúmeras parte mais altas de Valparaíso encontramos varias mansões construídas de frente para o Oceano Pacifico. Região colonizada por alemães e ingleses que vieram explorar as riquezas do Chile.

Atualmente algumas destas mansões só tornaram museus e mirantes. O caminho ate o topo é cansativo, mas vale conferir.

Outra atração na cidade são os Ascensores, uma especie de elevador que transporta os visitantes da parte baixa para a parte alta da cidade. As crianças adoram esta atração.

Existem varios museus na cidade, mas o de grande interesse dos turistas é a Casa La Sebastiana de um dos escritores mais importante do Chile – Pablo Neruda.

A casa tem uma linda vista da baia , mais bonita ainda no por do Sol.

Retornamos para Santiago e fomos jantar no restaurante giratório, mas para nossa surpresa estava fechado – nao abre aos domingos.

Fomos para o restaurante Lastarria e fechamos nossa viagem com chave de ouro.

2 thoughts on “Fim de Semana em Santiago

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *